domingo, 11 de novembro de 2012

O rio e o oceano.



"Diz-se que, mesmo antes de um rio cair no oceano ele treme de medo. Olha para trás, para toda a jornada, os cumes, as montanhas, o longo caminho sinuoso através das florestas, através dos povoados, e vê à sua frente um oceano tão vasto que entrar nele nada mais é do que desaparecer para sempre. Mas não há outra maneira. O rio não pode voltar.
Ninguém pode voltar. Voltar é impossível na existência. Você pode apenas ir em frente.
O rio precisa se arriscar entrar no oceano. E somente quando ele entra no oceano é que o medo desaparece.
Porque apenas então o rio saberá que não se trata de desaparecer no oceano, mas tornar-se um com o oceano.
Por um lado é desaparecimento e por outro é renascimento.
Assim somos nós: voltar é impossível na existência. Você pode ir em frente e se arriscar. Coragem, o oceano o aguarda!"
Pe. Sérgio Luiz e Silva

2 comentários:

EDER RIBEIRO disse...

USando a analogia do rio, podemos dizer q ao virar oceano e evaporar e subindo para as nuvens, pode voltar a ser rio qdo em águas de chuva cair. BJos.

MARIA DA GRAÇA REIS disse...

Olá!
LINDA ESCOLHA...O TEXTO É MUITO BONITO.
BEIJO NO CORAÇÃO

Voltar ao topo