quinta-feira, 28 de junho de 2012

Lua azul.



A Lua Azul é o nome que recebe a segunda Lua Cheia de um mês, que é um momento especial de celebração, pois é um Lua de energia reforçada. É um tempo em que se pode buscar aconselhamento para caminhos espirituais, pedindo à Deus que reforce os laços de conexão com você.

Tradicionalmente, a Lua Azul é uma Lua do Amor, onde poderemos trabalhar todas as questões relativas a esse sentimento que move os mundos: o amor próprio, o amor pelo outro, o amor universal.
A lua recomenda cautela com os relacionamentos
e anunciam que é tempo de reestruturações.

Acredita-se também que a Lua Azul começou a ser cultuada, inicialmente, entre os egípcios, com a substituição do calendário Lunar, que marcava o tempo usando as fases da Lua, pelo calendário Solar,
que introduziu o conceito do mês de trinta dias. Desde a antiguidade, a Lua Azul é considerada um acontecimento de muita força magnética
e poder espiritual, reforçando o sentido de plenitude  da Lua cheia.

A Lua Azul nos proporciona uma oportunidade a mais de tocar o divino, um aumento de consciência diante das forças sobrenaturais reforçando assim, o intercâmbio com os outros planos,  reinos e dimensões. Por ser considerada um tempo entre os tempos, um momento raro, e por isso, muito mais poderoso e mágico, fica mais fácil alcançar o mundo entre os mundos por meio dela.

É uma Lua de abundância, que permite colher muito mais do que plantamos. Os encantamentos têm maior poder e os resultados são mais rápidos. Pensamentos e desejos tornam-se mais intensos e, assim, qualquer ritual exige maior cautela em relação aos objetivos e pedidos. Mais do que nunca vale a advertência...
Cuidado com o que pedir, pois você pode conseguir!

Com o surgimento do calendário Juliano, no início do cristianismo, o culto à Lua Azul passou a ser reprimido por ser considerado uma exacerbação da simbologia lunar,  do poder feminino assuntos perseguidos e proibidos. Mesmo assim, permaneceu sua aura romântica e poética e a Lua Azul passou a ser associada à crença de que era propícia ao romance e ao encontro de parceiros.  

A Lua Azul é aquela que se torna a visão, a guardiã de todos os ciclos de transformação, a mãe das mudanças. Nos ensina a importância de seguir nosso caminho sem nos deixar desviar por ilusões que possam vir a interferir em nossas visões.

Cada vez que nos transformamos, realizando nossas visões,  uma nova perspectiva e compreensão se abre, permitindo-nos alcançar outro nível na eterna espiral da evolução do espírito.
A última visão a ser alcançada é a decisão de simplesmente SER. Sendo tudo e sendo nada, eliminamos os rótulos e definições que limitam nossa plenitude.
 Héctor Othón

4 comentários:

Orvalho do Céu disse...

Olá, queria Ieda
Que a Lua Cheia e Azul lhe seja favorável sempre!!!
Seja muito abençoada e feliz!!!
Bjs de paz

Élys disse...

Um texto muito bom que traz um conhecimento que eu não tinha. Gostei de ler.

Gostei de saber que você participou ativamente da viagem no meu blog...
Beijos.

Carolina disse...

E um texto muito interessante, esclarecedor, de poetica agradavel.
Um beijo grande e feliz fim de semana.

Anne Lieri disse...

Ieda,que texto mais interessante!Adorei saber sobre a lua azul e seus poderes!bjs e meu carinho,

Voltar ao topo