quinta-feira, 15 de março de 2012

Eu me encanto, tu te encantas...




Eu me encanto, tu te encantas, ele se encanta.
A vida é dinâmica e este dinamismo me fascina, me encanta. Somos seres humanos e carregamos dentro do nosso ser a essência do Amor.
Deus na sua infinita bondade criou o homem e a mulher e se encantou com a sua criação, e, viu que tudo estava “muito bom”.
Por isso deu-nos a capacidade de nos encantar com a  vida.
Desde que nascemos, fases de encantamentos marcam nossa existência. Cada aprendizado, cada descoberta, cada vitória que vivenciamos, guardamos na lembrança e com elas construímos nossa história.  E, num belo dia... 
Alguém do sexo oposto chama-nos a atenção. Ufa, que confusão!
Neste reino encantado conta-se a história de uma menininha que aos dez anos de idade se apaixonou pelo Joãozinho. Coração batendo forte, suor frio, dor na barriga, que sentimento estranho. Mas ela nem imaginava, que tais sentimentos são característicos de uma paixão. O que na verdade ela sentia era um grande medo que alguém descobrisse seu segredo. Estaria condenada para todo sempre. Como poderia ela gostar de um menino de um modo tão diferente. Felizmente toda esta confusão interna não durou muito tempo. Seus pais resolveram mudar-se de cidade, ela chorou, chorou, ninguém sabia porque ela não queria sair daquele lugar. Queria gritar, mas abafou, relutou, e se entregou, o sonho acabou. Foi embora tão calada, como calada ficou a lembrança. 
A vida não para, é próprio de seu dinamismo, nova cidade, nova casa, nova escola, novos amigos e... novos amores.
Assim terminou o encantamento, ficando apenas um pedacinho do Amor, que tão cedo desabrochou no coração pequenino de um ser que carrega dentro de si a essência do AMOR.

Esta é minha participação da blogagem coletiva, amor aos pedaços. Proposta pelas nossas amigas, Espiritual-idade.blogspot.com





14 comentários:

Orvalho do céu disse...

Olá, querida amiga Ieda

"Somente quem ama e se permite amar
é que detém o tesouro do
verdadeiro
AMOR!
(Kiro)

Mais uma emoção rola no ar... que maravilha poder contar com tanta gente impregnada de amor!!!
Encantada por assim dizer... Enamorada pela vida...
Amando o amor...
E pelo Amor sendo amada...

Menina linda, que encanto de história verídica!!!
Triste o enamoramento quebrado por "destino"...
Mas ficam as lembranças boas que embalam o coração...
DEUS FAZ TUDO PERFEITO!!!
A narração do Gênesis é bem apropriada para o Tema... ELE se enamorou de nós e fez um mundo divino pra habitarmos...
Linda a sua participação, amiga!!!

"Orvalhou o próprio Céu ante a face do Senhor"...
Bjm encantado e ótimo dia amorizado pra vc.

Maria Luiza disse...

Amei a sua frase " porque a vida é dinâmica"...Eu precisava dessa frase ontem, qdo uma amiga disse-me que fica pensando em mim agora que meus dois filhos voltaram a morar comigo e o meu trabalho aumentou. Eu queria ter dito a ela isso. Não devemos ficar parados. O ato de se doar é amor. Um encanto a sua historinha. Eu tive um amor nos meus 8 anos, mas foi suplantado aos 13 quando eu conheci o meu verdadeiro amor! Fique com Deus!Bjbjbj!!!

Lulu on the sky disse...

Olá tudo bem? Tb participo desta blogagem coletiva. O primeiro amor sempre tem aquele encantamento que nos marca.
Big Beijos

Valéria disse...

Oi Ieda!
Menina, é incrível como vivenciamos todas estas emoções e sentimentos de forma parecida. Lindinho seu depoimento e o despertar do amor.
Beijinhos!

Tetê - Sem Neuras disse...

Brilhante a sua participação! E seu blog é muito bom! Estou encantada! Bjks Tetê - Avaliando a Vida

Simone butterfly disse...

LINDO, AMEI TENHA UMA LINDA NOITE

Clara disse...

Esplendor..... acho tão interessante esse nome que vc usa.... tão forte!!!

A vida é um esplendor, e os amores, os sonhos, as perdas, os sofrimentos, tudo isso nos faz vida...
E o medo, esse nos impede de muitas coisas... talvez o medo de criar um cristal precioso que temos guardado dentro do coração, que por anos carregamos, e se tornou parte de nosso corpo. É difícil, né?

Adorei seu texto

Beijosss

Anne Lieri disse...

Ieda,que história de amor mais encantada e pura!Adorei sua participação!bjs,

Bel Rech disse...

Puro encantamento...passa o tempo e nos encantamos com outras coisas, com a vida, com os amigos e novos amores...
Paz e bem

RUTE disse...

Ohhhhhhhhhhh :(
Que pena o desentamento ter acontecido tão cedo. Não deu nem para você saborear esse 1ºamor!

Mas que é uma memória linda, é!
Seu texto está bem figurado, conforme ia lendo, visualizava a cena. E senti o coração apertado, tal qual a menina silenciosa.
Beijinhos. Obrigada por estar conosco em mais uma magnifica coletiva.
Rute

Tetê - Sem Neuras disse...

Ontem passei na correria de querer ler todos os posts e hoje voltei, com calma. Já me increvi como sua seguidora de seu blog e, seu link me avisará dos seus posts que quero acompanhar a partir de agora! Bjks Tetê - Avaliando a Vida

Lucinha disse...

Leda,

O nosso primeiro encantamento é com a vida. Os outros encantamentos são consequências.

Linda participação.

Beijos

Zilda Santiago disse...

Belo encantamento amiga!!Bjss
Estou participando com dois blogs,tentando mostrar algo mais sobre a fase do encantamento comum a todas nós!!!http://zildasantiago.blogspot.com
http://rumoslibertadores.blogspot.com

Lina disse...

Olá, Ieda! Que lindo você focar o seu primeiro encantamento de amor, apesar de ter terminado essa sensação marcou sua vida! Gostei muito da sua participação!
Beijinhos

Voltar ao topo