sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

O que brilha em ti.



Dia a dia, não esquece de alimentar o que brilha em ti. Resgata sempre que puderes, um pouco da paz que está em teu coração e com ela celebra e fortifica os teus passos, as tuas direções.
Descansa no silêncio que pousa em teu ser sempre que teus olhos encontrarem as montanhas, o nascer do sol...
Sempre que teus ouvidos comungarem com os ventos, com a chuva caindo no mar. Aprende com a paciência do despertar que é pouco a pouco que tudo vai sendo definido, que é momento a momento que tudo vai sendo relembrado, reconstruído e desfrutado.
Não alimenta a pressa que tua mente tem de chegar e sim a tranqüilidade que teu coração necessita para caminhar.
Aprende e aceita, verdadeiramente, que o que desejas ser-te-á dado, sempre. Talvez não agora e talvez não da maneira como sonhaste, mas da maneira como Deus sabe que necessitas, da maneira como Deus sabe que, assim, serás mais feliz. Dia a dia, cuida de ti.
Não te castigues fortalecendo a dor, a raiva, a crença na escuridão...
Apenas observa tais estados e sente o que podes aprender com cada um deles, quais mudanças poderás empreender e depois deixa-os para trás. Pede, determina e segue...
O caminho pode parecer longo, mas àquele que se dedica, dia a dia, na construção do seu próprio templo, a este é dado conhecer a alegria de viver apenas o momento, o momento presente.
 

P.S. Recebi este texto em uma mensagem, não achei a autoria, se alguém souber por favor me avise, fico agradecida. 
Ieda.


7 comentários:

Orvalho do céu disse...

Olá, querida Ieda
Foi muito bom ler o seu post e estava precisando destas palavras...
Bom fim de semana!!!
Bjm de paz e esperança

Suziley disse...

Lindo texto, Ieda, um bom dia prá ti, bjos :)

Maria disse...

Minha amiga devemos fortalecer sempre o melhor de nós e apreciar sempre tudo o que de bom e belo a vida nos vai oferecendo. Tempestades sempre haverá ao longo do nosso caminho, mas o sol voltará a brilhar novamente depois das intempéries.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

Angela disse...

Olá, Leda!
Quanta ternura neste seu cantinho abençoado por Deus! Amei estar aqui.
Abraços, com carinho,
Angela

nospassosdejesusamor.blogspot.com
docessonhosdepapel.blogspot.com

Ailime disse...

Amiga, grata por esta maravilhosa reflexão de esperança.
O nosso tempo não é o de Deus. Deixemos que Ele aja em nós e aproveitemos o que Ele nos oferece por Graça na Sua benevolência.
Um beijinho e bom domingo.
Ailime

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigada pela partilha...

Bom domingo!

beijooo.

vieira calado disse...

Felizes os que encontram a paz interna
e vivem em paz externa!

Saudações poéticas!

Voltar ao topo