quinta-feira, 17 de março de 2011

Companhia


Quando me sento junto de alguém, sei  que isso é alguma coisa, mesmo que eu nada tenha de valioso a dizer. Não necessito da evidência constante de que estou sendo efetivo e útil. Posso apenas me sentar e oferecer minha companhia. Já vivi situações em que minha dor não podia ser compreendida, mas em que me sentia confortável apenas estando com alguém realmente disponível para mim, alguém que nada exigia, alguém que  não podia compreender meu coração dilacerado, mas que era uma companhia – como um lugar aonde ir quando se está fraco e só – uma presença humana, a civilização depois do deserto. É muito quando eu apenas me sento junto de alguém. Mas acredito que ajuda  dizer que pretendo sentar em silêncio. Ajuda a fazer do nada alguma coisa... 
Tente de alguma maneira,
fazer alguém feliz.
Aperte a mão, dê um abraço,
Um passo em sua direção.
Aproxime-se, sem cerimonia.
Dê um pouco de calor
De seu coração.
Assente-se bem perto e deixe-se ficar,
Muito tempo, ou pouco tempo.
Não conte o tempo de se dar.
Deixe o sorriso acontecer.
E não se espante
Se a pessoa mais feliz
For você!

Autoria: Clara Miranda.

6 comentários:

Anne Lieri disse...

Que bela msg!Tem razão,amiga!A melhor coisa pra sair de uma depressão é ajudar alguém.Sempre ficamos mais felizes que a pessoa!Adorei!Bjs,

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Isso sim é esplendor. Você sempre brilhante. Amei as imagens de feto abaixo. Obrigado pela lembrança do meu aniversário. Beijão

Pelos caminhos da vida. disse...

Maravilhoso post...

beijooo.

Luma Rosa disse...

As palavras nem dizem muito quando existe afinidade entre as pessoas, mas o silêncio muitas vezes se torna sepulcral ou incomodativo. Estamos bem com alguém quando não nos preocupamos com o silêncio. Beijus,

chica disse...

Espetáculo de texto e adorei a imagem também! beijos,lindo fds,chica

O meu pensamento viaja disse...

Como sempre, outro texto lindíssimo.
Beijos,
Nina

Voltar ao topo