terça-feira, 17 de agosto de 2010

A árvore da fé. (Parte IV)


A árvore da cruz

Contudo, é necessário evocar uma outra árvore, a da condenação, aquela em que o Cristo foi suspenso por nós. "Deus fez o Cristo maldito por nós", ousa dizer São Paulo, que se apoia no versículo do Deuteronômio: Maldito de Deus é todo aquele que é suspenso no madeiro.(Dt.21-23) Por minha causa, diz ainda o apóstolo Paulo, Ele me amou, Ele se entregou por mim Ele não se esqueceu de quando eu  perseguia os cristãos, querendo forçá-los a blasfemar, queria que dissessem: Maldito seja o CRISTO. Retoma, então, a mesma fórmula, acrescentando, porém, "este por mim" que muda tudo e lhe transpassa o coração.
E São Pedro também acrescenta: "Ora, para isto é que vocês foram chamados, pois que também o Cristo sofreu por vocês, deixando-lhes um exemplo, a fim de que sigam o seus passos(...) Ele que, sobre o madeiro , levou os nossos pecados em seu próprio corpo, a fim de que mortos para nossos pecados, vivêssemos para a justiça. Por suas feridas vocês foram curados.
Os discípulos de Jesus são, portanto, discípulos de Cristo pregado na árvore da cruz. Pregamos, diz o apóstolo, um Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos. A linguagem do discípulo é a da árvore da cruz. Aprender a linguagem da cruz, faz de cada um de nós um crucificado para o mundo. Significa passar da morte para a vida, buscando uma vida de amor, justiça, paz, união... 

E Jesus disse: Se quiseres me seguir, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e siga-me. (Lc,23-27)

Reflexões.

2 comentários:

Anônimo disse...

EU achei muito lindo o teu blob... beijusssss

Esplendor da criação. disse...

Obrigada,pena que ñ conseguiu colocar teu nome.

Voltar ao topo